De torcedor para torcedor – Site não oficial

100 Coisas que você deve saber – #51 Jim Turner

30/05/2013 - 12:17


Jim Turner

 Jim Turner foi um dos melhores kickers no futebol profissional durante as décadas de 1960 e 1970. Depois de sete grandes temporadas com o New York Jets, Turner foi trocado para o Denver  Broncos em 1971. Nunca perdeu nenhum jogo e chutou para o Broncos durante nove temporadas marcando 151 field goals. E foi em uma jogada onde Turner não chutou a bola que, talvez, seja a mais memorável da sua carreira.

No dia 16 de outubro de 1977, o Broncos viajou até Oakland para enfrentar o odiado Raiders. O Broncos tinha um bom time, iniciando a temporada com um recorde de 4-0. Mas era o Raiders. E Oakland também estava com um recorde de 4-0 e, ainda, defendiam o Super Bowl que tinham vencido na temporada anterior. De fato, o Raiders tinha vencido os últimos 17 jogos disputados contando com os do ano anterior. Eles tinham vencido o título da AFC West nos últimos cinco anos e mantinham um recorde de 24-2-2 contra o Broncos nos anos de 1963 até 1976. Esse dia, porém, pertenceu ao Turner e ao Broncos.

Denver já liderava o jogo por 14-7 quando o time de especialistas alinhou para um field goal no final do segundo quarto. Turner estava preparado para um chute de 42 jardas que aumentaria a vantagem do Broncos para 10 pontos. Entretanto, naquele momento, o Broncos chocaria o time do Raiders.

O quarterback reserva, Norris Weese, era o holder da jogada e depois de receber o snap correu para a direita com a bola, enquanto Turner corria para a esquerda. Weese plantou os pés e olhou para a esquerda e lançou uma bola alta para Turner que agarrou-a perto da linha das 15 jardas e correu intocável para a endzone e fez o touchdown incrível.

“É a jogada mais surpreendente no futebol,” disse Turner aos jornalistas da Colorado Spring Gazette-Trail depois do jogo. “Todos os times têm essa jogada em seus playbooks mas você nunca vê ela ser executada. Os times não gostam de colocar seus kickers nessa posição, onde eles estão suscetíveis à uma lesão. Defensores não ligam muito para kickers que tentam fazer algo além de chutar. Então esse tipo de jogada é usa uma vez em… bem, eu nunca vi isso antes, e essa foi a primeira vez em minha carreira de 14 anos que eu tentei essa jogada.”

Por mais memorável que essa jogada tenha sido, não foi ela que determinou que Jim Turner entrasse para o Ring of Fame do Denver Broncos em 1988. Até que Jason Elam jogasse nas décadas de 1990 e 2000, Turner mantinha os recordes do time em pontos marcados (742) e field goals convertidos (151). Durante toda sua carreira, Turner chutou 304 field goals e marcou 1439 pontos. Na época em que se aposentou, ele era ranqueado em segundo colocado nas duas categorias dentro da história do futebol profissional. Ele ainda conseguiu um título do Super Bowl com o Jets no ano de 1968 e uma tentativa frustrada com o Broncos no ano de 1977.

Esse texto é baseado no livro “100 Things Broncos Fans Should Know & Do Before They Die” do autor Brian Howell. Todos os direitos reservados ao autor e a editora Trimph Books.
Adquira o livro direto do site da editora ou fale diretamente com o escritor pelo seu twitter oficial (@BrianHowell33).

Este post não necessariamente representa a opinião
do BroncosBrasil.com, mas unicamente de seu autor.

Deixe seu comentário


quatro + = 9

Curta o BBr no Facebook

Aposta 10

Comentários +Recentes

Grupo do Facebook

Siga o BBr no Twitter