De torcedor para torcedor – Site não oficial

O que eles disseram @ Indianapolis

22/10/2013 - 16:23


O que eles disseram @ Indianapolis

Continuando com as novidades, passaremos a trazer, diretamente do site oficial do Denver Broncos, uma transcrição das principais falas de jogadores e técnicos dos jogos do Denver Broncos. Comecemos então com o que eles disseram logo depois da derrota para o Indianapolis Colts

John Fox, HC:

Sobre problemas de proteção:

“Quero dizer, eles têm uma boa linha defensiva. Deem a eles algum crédito. Achei que sabíamos que aconteceria isso – jogadas rápidas, mais um ambiente barulhento – é sempre um problema maior. Não sei ao certo quanto sacks eles tiveram, mas eles criaram bastante pressão. Acho que no segundo tempo, conseguimos lidar melhor com isso. Mas sempre que você perde a bola quatro vezes, especialmente fora de casa, fica difícil ganhar”

Sobre a defesa:

“Acho que defensivamente melhoramos. Passamos a jogar um futebol mais inteligente e forte, com execuções melhores, a partir do segundo tempo. Acredito que ainda temos muito trabalho a fazer. Nosso primeiro tempo foi ruim em alguns pontos, mas acredito que podemos aprender com isso e ficarmos melhores.”

Sobre se o Indianapolis foi o time mais difícil que os Broncos enfrentaram até agora:

“Bem, eles são o primeiro time a nos vencer, então, acho que sim. Mas todos esses times são difíceis. Eles são profissionais, e é um lugar difícil de se jogar. Chuck (Pagano, HC dos Colts) e sua equipe fizeram um trabalho excelente, e eles são um time excelente”

Peyton ManningPeyton Manning, QB

Sobre os muitos three-and-outs seguidos no meio do jogo:

“Acho que eles foram ótimos na defesa. Nossa execução não foi tão boa quanto gostaríamos que fosse. Começamos bem – aquele segundo drive foi bom, tivemos algumas big plays, duas third-and-ones e dois first downs que foram muito bons em dois dos primeiros três drives. Ter duas third-and-ones e ser parado, e então ter uma sequência chata de three-and-outs. Deem à defesa deles muito crédito, e nossa execução também não foi tão boa. Nós meio que fomos para first down, second down e third down, sem conseguirmos encontrar um ritmo.”

Sobre as emoções do jogo:

“Não há dúvidas, eu fiquei emocionado pelo tributo. Achei que que consegui me recompor rápido e estava pronto para o começo do jogo. Essa semana me deixou cansado, e estou de certa forma aliviado que o jogo acabou. Sinto que, espero, nós teremos uma chance de jogar com eles novamente. Porque isso significaria que chegamos aos playoffs. Temos um longo caminho até lá, mas você certamente vê que eles devem chegar à pós-temporada. Acredito que, se houver uma próxima vez, será um pouco mais fácil, porque não terá toda essa emoção que tivemos esta semana. Isso desgasta bastante, podem ter certeza disso.”

Sobre superar rapidamente a derrota:

“Este foi um jogo do qual temos muito a tirar de lição. Tivemos quatro turnovers e ainda assim, de algum jeito, tínhamos uma chance de vencer o jogo. Gostaria de ter visto chegarmos a uma diferença de apenas dois pontos, indo para o final, e ver o que teria acontecido, mas nunca chegou a isso. Mas você pode voltar a diferentes partes do jogo – ficamos muito atrás e erros (aconteceram) ali, mas ainda tínhamos uma chance no fim. Lutamos e permanecemos próximos até o fim. Podemos aprender com isso. Certamente temos que melhorar deste jogo, porque não fomos tão bons na execução das jogadas quanto gostaríamos de ter sido.”

Jacob TammeJacob Tamme, TE

Sobre querer vencer para Manning:

“Teria sido muito legal, com certeza, mas não jogamos bem o suficiente para isso. Ainda é relativamente cedo na temporada. Estamos nos aproximando do meio dela, e temos algumas coisas nas quais precisamos melhorar. Vínhamos dizendo isso em todos os jogos, mas ninguém acreditava porque estávamos ganhando, então alguns de vocês, da imprensa não acreditavam em nós, mas nós temos muita coisa para melhorar, e temos que dar um jeito de fazer isso.”

Sobre o jogo ter sido emocional para ele:

“Acredito que sim, um pouco. Quando você passa um tempo em outro lugar – foi definitivamente diferente e, como eu disse, lutamos duro. Isso é o mais difícil da situação, quando você luta duramente e perde por pouco. Temos que jogar melhor.”

Sobre que trabalho precisa ser feito:

“Há todo tipo de coisas pequenas nas quais podemos trabalhar, assim como qualquer outro time tem. Temos que encontrar formas de melhorarmos, proteger melhor a bola. Falando sobre o que eu faço, no ataque, temos que proteger melhor a bola. No Special Team, temos que achar maneiras de fazer mais big plays, porque temos capacidade de fazer isso. Os caras estão jogando duro, se esforçando bastante, e nós não temos conseguido isso.”

Julius ThomasJulius Thomas, TE

Sobre não usar o meio do campo:

“Não sei bem. Eles conseguiram fazer algumas coisas na defesa, especialmente alternando formas de coberturas. Acredito que eles nos deixaram um pouco desequilibrados e não conseguimos encontrar um ritmo por um tempo, e não sei dizer o porquê de não termos usado muito o meio do campo, ou as áreas mais abertas dele. Nós apenas, como você disse, tivemos seis three-and-outs. Isso não somos nós, não é nossa identidade, e temos que arrumar isso.”

Sobre se o Indianapolis Colts encontrou algo:

“Acredito que o Colts encontrou o que todos os outros times da liga encontraram até agora – nós temos muitos turnovers. Falamos sobre isso o tempo todo. Estamos no meio do bolo da liga quando se trata de margem de turnovers, e isso não é coisa de um time vencedor – não podemos ter isso. Vínhamos conseguindo sobreviver mesmo com eles, mas quando você pega um time realmente bom, não dá pra fazer isso.”

Sobre as emoções de Manning:

“Acredito que ele as controlou perfeitamente, da forma como ele lida com todo o resto. Ele voltou para Indianapolis, e não transformou isso em seu retorno, era sempre sobre nós jogando contra o Colts. Foi assim que eu e o resto do time nos sentimos a semana toda, e como mantivemos as coisas durante o jogo. Ele apenas continuou a nos dizer o tempo todo que precisávamos botar a cabeça no lugar e voltar para o jogo. Acho que ele manejou bem a emoção de voltar ao lugar onde ele jogou por tanto tempo.”

Wes WelkerWes Welker, WR

Sobre os erros:

“É, não jogamos de forma muito inteligente, nem da forma como precisávamos para ganhar o jogo. Falamos o tempo todo sobre proteger a bola, e temos que ir lá e fazer isso. Temos que tomar conta da bola, temos que jogar um futebol inteligente, isso sempre, o tempo todo, e é uma experiência válida de aprendizado. Precisamos que os caras se desenvolvam e joguem da forma como precisamos que eles joguem, e não tenho dúvidas de que eles vão fazer isso.”

Sobre querer vencer para Manning:

“Com toda certeza, teria sido ótimo. Queremos vencer todos os jogos. É uma liga difícil, e você tem que dar o melhor de si em todas as semanas, e, definitivamente, esse não foi o nosso melhor.”

Sobre se a primeira derrota pode ajudar na confiança:

“Acredito que sim. É uma grande experiência de aprendizado para nós, e essa é a forma que temos que olhar pra isso, e entender que tem muitas coisas que precisamos polir e melhorar.”

Von MillerVon Miller, LB

Sobre como ele se sentiu voltando ao campo:

“Cara, me senti ótimo. Eu estava física e mentalmente pronto pro jogo. O Indianapolis tem um ótimo ataque, uma linha ofensiva excelente, que bloqueou muito bem. Andrew Luck é um jogador excelente, que consegue se mexer bem e fazer algumas jogadas para seu time. Eles são um ótimo time. Vamos continuar batalhando para ficarmos melhores do lado de cá também.”

Sobre onde o jogo escapou:

“Não consigo dizer isso ainda. Meus colegas de equipe e eu, o time todo lutou até o fim. Mostramos garra. Algumas situações aconteceram, e fomos capazes de dar a volta por cima, então estou orgulhoso dos meus colegas por isso. Lutamos até o fim. Como eu disse, alguns erros aconteceram. Não posso apontá-los exatamente agora, mas vamos estudar o filme e descobri-los.”

Sobre se ele achou que o time poderia ganhar:

“Claro, houve muitos momentos durante o jogo nos quais eu senti isso. Senti que tínhamos uma chance de vencer. Todo jogo que entro, não importa qual o placar, sinto que temos uma chance de ganhar. E senti que tínhamos desta vez de novo. Futebol é assim. Isso é o que tem de melhor nesse esporte, você nunca sabe o que vai acontecer. Meus companheiros, nós todos lutamos duro. Vamos analisar o filme, descobrir o que aconteceu e começarmos a nos preparar para o Washington.”

Bem, essas foram as palavras de alguns personagens do jogo contra o Indianapolis. Lembrando que tudo isso foi dito ainda dentro do estádio, logo após o jogo.

E aí, gostaram? A ideia é trazer a palavra deles todos os jogos, e contamos com seu feedback sempre.

Um abraço, e #GoBroncos!

Este post não necessariamente representa a opinião
do BroncosBrasil.com, mas unicamente de seu autor.

9 comentários

  • Muito legal!! Parabéns mano! !@

  • Idéia muito boa! Continuem assim.

    • Obrigado. A ideia é justamente essa, trazer cada vez mais conteúdo pra vocês.

  • Bom pessoal estava viajando esses dias.
    Não consegui assistir o jogo contra os Jaguars, mas assisti contra os Colts.
    Acredito que o resultado do jogo contra os Jaguars já tinha sido alarmante, no entanto a equipe era fraca e a superioridade prevaleceu, já contra os Colts, achei o Peyton um pouco afoito, nos primeiros drives, e depois lançando umas bolas esquisitas.
    Mas tá bom não podemos chorar o leite derramado, a defesa tem que melhorar urgentemente contra o passe.
    Tem muita gente melhorando durante a temporada (Trevathan…. e tô gostando do DRC – o que foi aquele passe defletado quase dentro da end zone).
    Espero mais do Moreno porque dos mãos de alface (Ball e Hillman) tá difícil esperar alguma coisa, e que venha CJ.
    E o blog tá fenomenal, parabéns galera (Fábio, LH, Everton e cia).
    Sou comentarista assíduo aqui.
    Melhorar sempre, Blog e BRONCOS….
    Go Broncos….

    • Bem-vindo de volta, e obrigado.
      E sim, que venha o CJ. Comecemos uma campanha e vamos enviar um avião ao próximo jogo do Broncos, caso o CJ não seja ativado pedindo pro Fox escalá-lo (se os fãs do Tebow podem fazer isso, nosso alvo de propaganda pelo menos é um jogador que tem futuro na liga).

  • Cara, que ideia boa, os frequentadores do BroncosBrasil sabem que dinheiro não dá em árvore e vcs tem trabalho e vida fora desse site, mas sempre que der, lembrem desta nova coluna do site. Parabéns

  • boa coluna…
    Gostei da postura dos jogadores, da consciência deles… sabem que jogaram mal. Não é aquele discurso que vemos aqui na seleção brasileira: "futebol é assim mesmo, hoje não tem mais bobo no futebol…" e por aí vai.
    gostei também da postura do Von Miller que sabe onde erraram e mesmo assim não quis queimar os caras pra imprensa.

    • Nossos jogadores têm experiência, e sabem bem o que dizer nos microfones. Espero realmente ver as palavras refletidas em atitudes nos próximos jogos.

Deixe seu comentário


seis × 3 =

Curta o BBr no Facebook

Aposta 10

Comentários +Recentes

Grupo do Facebook

Siga o BBr no Twitter